Ligações externas

 Câmara Municipal da Covilhã  Moodle
 Direcção Geral de Recursos Humanos da Educação Direcção Regional de Direcção do Centro 
 Gave  APEE.ESFHP
Sites de Interesse

 

moodle

 

     

 

 

 

 

 

 

 

Autenticação

Estatística do portal

Ver visitas de Artigos
1444695

Parlamento de Jovens - Nível Distrital – Castelo Branco

 

Este ano deu-se mais uma edição de Parlamento de Jovens, tendo sido o tema escolhido para este ano, a «Igualdade de Género». Depois da Sessão Escolar, na qual ocorreu uma votação das melhores propostas feitas pelos alunos do ensino básico e secundário do distrito de Castelo Branco, divididos pelo nível de escolaridade a que pertencem, seguiu-se a Sessão Distrital realizada na sede de distrito na sede do IPDJ.

A Escola Secundária Frei Heitor Pinto esteve presente: foram eleitos na sessão escolar os alunos Emanuel Diogo Proença, Luís Caetano, António Saraiva, Camila Torgal e que depois estiveram na sessão distrital, acompanhados por colegas da ESFHP que tinham participado no processo eleitoral na Frei. Tiveram uma excelente participação com intervenções de qualidade, na opinião do professor coordenador do Projeto, Casimiro Santos. Já tinham demonstrado isso no debate em que tinha estado presente a deputada Paula Santos do grupo Parlamentar do PCP em 20 de Janeiro na Frei Heitor Pinto. Esta deputada participou no nosso Projeto e contribuiu notoriamente para a elaboração das propostas da Frei de medidas sobre o tema a Igualdade de género.

Na parte da manhã, foi feita a apresentação dos planos por cada escola, regras e medidas propostas. Todo este processo foi cronometrado pelos responsáveis da mesa de votos, tendo cada deputado um tempo limite para apresentar a sua ideia. Durante a tarde registou-se um debate renhido entre as escolas, sujeitas à votação dos deputados para escolher quais as medidas levadas à terceira fase, já de teor nacional.

As escolas que vão representar o distrito de Castelo Branco na fase seguinte são, a Escola Secundária Campos Melo da Covilhã, seguida pela Amato Lusitano de Castelo Branco e por último a Escola Secundária do Fundão.

Com este projeto os jovens puderam ter uma maior noção sobre como a Assembleia Nacional constrói medidas e leis. Uma atividade que decorreu de uma forma democrática e didática, retratando temas importantes para a sociedade que necessitam ser discutidos e pensados. Outras vantagens do projeto são a fomentação de espírito crítico e poder de decisão, preparando os jovens para uma vida ativa politicamente.

 Notícia elaborada por Ana Ribeiro e Tânia Filipa Silva (12º EF) com supervisão do professor Casimiro Santos.